terça-feira, 13 de março de 2012

Crivella, criacionista "arroz-com-feijão", tenta criticar a evolução e acaba criticando sua própria religião.

Desde que foi nomeado, foram levantados vários alertas para o fato de que ministro Marcelo Crivella (PRB-RJ), membro da bancada teocrática, talvez fosse uma péssima escolha para gerir um ministério da pesca. O video abaixo, que mostra Crivella falando sobre a teoria evolutiva, demonstra que tais preocupações estavam corretas.



A passagem é tão recheada de erros-por-minuto que proponho a criação de uma métrica: o Crivella. A seguir transcrevo na integra a fala para que possamos apreciar toda vossa regurgitância:

Há 150 anos, o inglês naturalista, Charles Darwin, propôs uma teoria na qual haveria, segundo ele, a evolução de todos os seres vivos a partir de uma ameba.

Bom, talvez não todos os seres vivos, apenas organismos pluricelulares e alguns unicelulares. Nem estou certo de que a ameba (ou um ancestral dela) foi proposta por Darwin como ancestral comum de toda a vida. O que ele colocou foi que a vida na terra teria uma ou poucas formas de vida originais. Visto que Darwin tinha alguma idéia de filogênese e da possibilidade do aumento da complexidade por seleção natural, é justo assumir que ele tinha em mente algum tipo de organismo unicelular mais primitivo que bactérias atuais. Definitivamente algo diferente de uma ameba.

E de que as especies iriam não só evoluir no seu gênero, mas também criar novas espécies. Ele falava também em uma transformação evolutiva de invertebrados para vertebrados. Todas essas teorias no mundo científico foram debatidas em 150 anos. Não passam de teorias.

Mas é obvio que não passam de teorias. Afinal, é uma das teorias mais bem corroboradas da ciência. A unica coisa que ela poderia ser, se não uma teoria, é uma hipótese descartada.

Infelizmente pessoas em geral, e criacionistas em especial, acreditam que existe uma progressão de idéias cientificas, que começam como teorias (ou hipóteses) e, se são comprovadas, evoluem para leis. Essa noção não poderia estar mais distante da realidade. Em ciência, uma teoria não é uma "mera especulação", mas um conjunto teórico de postulados, modelos e hipóteses destinados à explicar e estudar um certo tipo de fenômeno natural. E são dentro das teorias que as leis se encaixam: como modelos formais (não necessariamente matemáticos, apesar dos mais conhecidos serem) que buscam explicar algum aspecto abordado por aquela teoria, como o movimento de objetos ou a herança de caracteres. Se existe algum tipo de hierarquia, leis estão subordinadas às teorias.

E portanto, sr. Presidente, não há provas conclusivas de que haja qualquer indicio na natureza de que uma espécie possa gerar outra espécie. Se a teoria de Darwin fosse uma realidade, teria o consenso da comunidade científica, como tem as leis de Newton. Ou as leis de Einstein, mais recentemente.

Mas ela tem consenso na comunidade científica: seus detratores ou são pesquisadores de outras áreas não correlacionadas (medicina, matemática, engenharia, filosofia) ou são uma minoria de biólogos que não trabalham na área de diversificação da vida. Ou sequer pesquisadores são.

Mas ciência não é concurso de popularidade. Mesmo que apenas um indivíduo discordasse, e apresentasse conclusões sólidas para sua discordância, a ortodoxia científica iria ter que mudar. Porém não é isso que acontece: Não existem publicações científicas que refutem a teoria evolutiva moderna e, mesmo os seus detratores mais radicais (dentro da área) propôem apenas a emenda da teoria com novos processos evolutivos que melhorem nossa compreensão da diversificação da vida.

Esse consenso, que o ministro ignora existir, não é o que causa a aceitação da teoria científica no meio acadêmico. É o fato de que a evolução é uma teoria sólida, com 150 anos de corroboração, que a torna quase que predominantemente aceita. É o reconhecimento do valor científico de uma ideia, e não uma posição ideológica.

Ironicamente, o exemplo dado pelo ministro de leis [sic] que são predominantemente aceitas, as Leis de Newton, não são mais predominantemente aceitas, pelo fato de que foram substituidas pelas teorias de Einstein.

Ela também é uma lei que depende das pessoas acreditarem em um milagre. Porque o surgimento da vida a partir de uma ameba, traz o primeiro questionamento: "e a ameba, surgiu da onde?" 

Se entendo corretamente o que o ministro quer dizer, ele está sugerindo que o surgimento da vida só pode ser explicado por um milagre, fato que é necessário para se aceitar a teoria evolutiva. Mas essa linha de raciocínio me intriga profundamente. Afinal, se todo sistema de crenças que necessite da crença em milagres é, de alguma forma, invalido, o que diríamos de um que pregue que o filho de Deus veio a Terra, se sacrificou e ressuscitou dos mortos? Devemos acreditar que o ministro repentinamente virou ateu, ou que talvez ele não tenha parado para pensar antes de abrir a boca?

A insistência de criacionistas em tentar transformar ciência em religião é sintomática. É uma admissão freudiana de que há algo fundamentalmente errado na forma que eles pensam mas, tudo bem! Desde que todos pensem de formas fundamentalmente erradas também, todos podemos sair por ai nos sentido justificados em nossas crenças. Não é apenas uma evidência de negação psicológica: é uma ode à ignorância.

De qualquer forma, essa é uma questão totalmente fora do escopo da teoria evolutiva. Afinal, evolução trata sobre a diversificação da vida, não da sua origem, assim como a teoria de gravidade não trata de sua origem, apenas de sua mecânica.

Ora, e se a doutrina do evolucionismo está correta, se um gênero se transforma em outro, e a natureza assim evolui, porque não se encontrou até hoje um fóssil sequer, em que seja metade anfíbio e metade ave, ou peixe? Ou um fóssil sequer que traga características metade homem, metade macaco? Aonde está esse elo perdido?

Mas tais fósseis foram achados! Na verdade a transição entre anfibios e aves não necessita sequer de fósseis, pois temos grupos vivos que são transicionais entre esses grupos: os lagartos e, principalmente, os crocodilos. De qualquer forma, temos uma infinidade de dinossauros (transição répteis-aves), tetrapodas basais (transição peixe-anfíbio) e uma multitude de interemediários meio-homem, meio-macaco que o ministro tão indignadamente demanda, sendo que inclusive falei em outro post sobre o mais recente deles: Ardi. É óbvio que o ministro, assim como a maioria dos criacionistas, conhecem esses fósseis, e sabem que eles são considerados transicionais. Eles sabem, mas negam de qualquer forma.

Tal festival do absurdo não é exatamente surpreendente. Afinal o ministro é evangélico pentecostal, o que torna a probabilidade dele ser criacionista um tanto quanto mais elevada. Seu comando sobre o ministério da pesca seria preocupante, visto que evolução desencadeada por pressão de pesca é um problema real para os estoques naturais de peixes. Não apenas isso: o ministro demonstra não entender nada de ciência. Porém o histórico do ministério e a recente nomeação do ministro apenas sustentam minhas suspeitas que ele (o ministério) não passa de mais um cordeiro político que foi sacrificado na tentativa de apaziguar a bancada teocrática.

Alias, 1 Crivella = 5 erros/minuto.

43 comentários:

Obrigada Fábio, vc teve paciência de ouvir e transcrever essas pérolas para nosso deleite. Se não fosse por vc, passaria bem longe dessa aberração.

Cobrarei de você o antiácido que terei que tomar em decorrência desse evento ;)

Essas pessoas com mente primitiva e ainda por cima burra me causam desconforto.
E um porra desse está no governo????!!!!!!!!! Falá sério, viu!
Muito bom seus comentários Fábio.

E esse bróder é ministro.

Depois a gente reclama do desenvolvimento da ciência no Brasil.

D.V.I. - Disseminação Voluntária da Ignorância

Eu não sei porque tanta polêmica em torno de uma teoria que diz que os homens descendem dos macacos. Os macacos, como parte ofendida, não estão se importando....

Agora.... "Leis de Einstein" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk­kk Ele sai pro congresso e esqueceu o cérebro em casa.

Aliás, a fala de Crivela é a prova final de que nem todos os seres vivos evoluiram de uma amema. Muitos continuam como ameba mesmo nos dias de hoje.

Olá,

Parabéns pelo conteúdo.
Cheguei aqui através do canal do Pirulla, no youtube.
Gostei do blog, já aproveitei e li diversos posts e favoritei o blog.

Eu tenho um amigo pastor, ele diz as mesmas coisas, as mesmas pérolas "isso é SÓ uma teoria", "não existem fósseis de transição", etc.
A impressão que dá é que eles ouviram isso de uma mesma fonte que replicou e ninguém deles procura verificar os fatos. E se você argumenta, eles tapam os ouvidos e dizem "bla bla bla, não estou ouvindo". É patético.

Abraços.

Pois é. E o pior é que esses argumentos podem ser traçados diretamente até os movimentos criacionistas norte-americanos, sem tirar nem por.

É apenas mais uma evidencia que Brasileiro adora um enlatado. Se você se mantem informado sobre as bárbares que eles dizem lá fora, nada aqui te impressiona.

Para quem gosta de discuções DE VERDADE, de formas profundas e não ignorantes, sabendo do q está sendo falado e simplismente debatendo colocando, idéias logicas e objetivas... eu indico os debates de William Lane Craig, um filosofo e teologo muito bacana q fala de forma muito profunda sobre tudo isso, inclusive ele estará no auditório do Mackenzie dia 20 de Março fazendo uma palestra para quem interessar, se quizerem saber mais sobre o mesmo é só digitar o nome dele no youtube, tem vários debates de evolucionistas e criacionistas com ele e legendado em portugues para quem não sabe ingles... enfim.. fica aí a dica e não essa péssima referencia q é o Crivela ... gd abç

Nunca vi Craig debatendo sobre evolução e criação. Já artigos dele no blog dele, assim como podcasts no qual ele defende o Design Inteligente, com argumentos não tão elaborados assim. Na verdade, todos emprestados dos proponentes iniciais do DI (lá pela década de 70-80).

Se você se refere aos debates dele sobre ateísmo/teísmo e existência de Deus, daí é outra história, mas esse não é o ponto aqui. De qualquer forma, ficarei atento para a apresentação dele no Mackenzie sim. Pelo que vi, é um assunto diferente do que ele costuma abordar (pelo menos é o que parece), então talvez seja interessante.

pra mim que sou um ateu assumido só fica cada vez mais claro que estas pessoas fingem estar querendo ajudar a humanidade se dizendo homem de Deus e isto demonstra em que grau está sua fé e seu conhecimento religioso; pra mim independente do que ele falou aí a religião é só mais uma forma de máfia

Excelente e paciente análise! Continue o ótimo trabalho.

Um texto simples e muito esclarecedor parabéns

Como alguém já escreveu, a gravidade também é só uma "teoria"... faça-me o favor...

Alguém peça esse senhor ministro pra se jogar do topo do plenário então...

Só uma observação: Einstein não substituiu Newton. A mecânica Clássica é perfeitamente válida para a grande maioria dos fenômenos. A Relatividade Geral e Restrita tratam de corpos que se movimentam a grandes velocidades (por grandes entenda 90% da velocidade da luz). Talvez possa-se dizer que Einstein englobe Newton, mas não que o substitui.

Fora isso eu gostei muito do seu post, pra mim que não sei nada de biologia eu acho q seu blog me será muito útil =D

Sobre essa questão, até onde sei, relatividade não seria equivalente (tem um termo correto. Talvez "epistemologicamente equivalente") à mecânica classica, no sentido que permite gerar as mesmas previsões na maioria das ocasiões, mas mais abrangente pois permite a geração de previsões corretas onde a mecânica classica falha. Essa falha seria motivo que alguns usam para descreditar a teoria como tendo... "validade", por falta de melhor termo.

Esse é pelo menos meu entendimento básico sobre o isso. Se quiser elaborar sobre o assunto, eu não tenho nenhum problema em ser corrigido nos erros de meus caminhos :)

abraço

Ele não tem nenhum cérebro pra esquecer,moço!

Se as amebas evangélicas estão copiando os criacionistas americanos, lá pelo ano que vem começa o conversê de Design Inteligente. Nada contra quem tem religião, eu também tenho a minha (mas não sou cristã, sorry; minha religião não se mete com ciências), mas DI é de cair o furico do fiofó, é a brasilianização dos EUA de vez, só faltam fazer um Carnaval oficial por lá, o resto tá 80% igualzinho.

Coitados dos gringos.

"Ironicamente, o exemplo dado pelo ministro de leis [sic] que são predominantemente aceitas, as Leis de Newton, não são mais predominantemente aceitas, pelo fato de que foram substituidas pelas teorias de Einstein."

Isso não é verdade. Concordo com o restante, alias, belíssimo testo (adorei "1 Crivella = 5 erros/minuto", hehehe...).

Porém, não é verdade que as leis de Einstein substituíram as de Newton. As leis de Newton tem um campo de aplicação diferente das de Eistein. Leia um pouco mais a respeito pra você entender melhor. Eistein trabalhava com grandezas astronômicas (infelizmente sua teoria também é limitada e não explica tudo o que propõe). Já a de Newton, é melhor usada para grandezas pequenas, sobre a ação de uma única gravidade, por exemplo. Não posso te explicar muito bem, afinal não sou físico-matemático, mas procure mais que você entenderá as diferenças.

Mas nem todo a comunidade cientifica aceita as leis de Eistein como um todo...

São aplicações diferentes. Do mesmo modo que você não consegue explicar com leis de Newton o que a de Eistein explica, a de Eistein também não pode ser usada para todos os casos da de Newton e até mesmo apresenta furos que um dia ainda irão corrigir a de Eistein ou criar algo que aplique algo que a de Eistein não aplica (tem a Teoria das Cordas também...).

Ótima análise.
Creio que o ornitorrinco seja mais um desses seres com características de mais de um filo de animal.
Mas a evolução tem, sim participação na origem da vida. Grupos de moléculas foram se formando na 'sopa' que havia na Terra primordial. Em algum momento, algo aconteceu que transformou essas moléculas em algo vivo, um ser unicelular. Durante o tempo de bilhões de anos, esse ser unicelular se tornou multicelular e daí a evolução foi indo até hoje.

muito bom o modelo deste post, com o video equívocado sobre a evolução e vc explicando resumidamente bem e de fácil entedimento.

para algumas pessoas que não tem uma opinião formada sobre evolução ou criacão divina, mas acredita em tudo em que escuta na midia sem duvidar de nada, vai concordar com este ministro que eu tenho certeza que sabe que está falando mentiras p/ o público.

Diddo Braga

pérsio menezes por favor não confunda os criacionistas!!

CRIACIONISTAS NINGUEM ACREDITA QUE O HOMEM DESCENDE DO MACACO!!!

o que os evolucionistas SABEM é que o homem e o macaco têm um ancestral comum!!!

não era um "macaco" como existem hoje chimpanzés e orangotagos...

nenhum evolucionista acha que um chimpanzé dormiu chimpanzé e acordou humano!!!

NÃO ACHEM QUE É ISSO... VÃO ESTUDAR PRA ENTENDER!!

Mas porque religioso se mete a falar de ciência? Ciência não se mete a falar de religião. Cada macaco no seu galho! Esse cara falou tanta merda que dá até pena, coitado... VERGONHA ALHEEEEIA

Não sei o que os biólogos realmente acham mas eu, particularmente, acho que somos uma espécie de macaco. E se chamamos gorilas e saguis de macacos como podemos nos achar mais diferentes deles do que um do outro? Alem do mais dividimos nada menos que 98,9% dos nossos genes com um chimpanzé, agora me diz que não somos macacos?! O próprio Crivela é um pouco mais parecido com os outros macacos que a maioria (pelo menos culturalmente).

O pessoal criacionista, a priori, não levantou o rabo da cadeira para procurar essas tais evidências aos quais sempre ficam refutando de " não terem encontrado", e continuam fazendo isso há 2000 anos. A única coisa que esses espermas gerados da madeira sagrada fizeram ao longo desse tempo, foi deixar seus muros celestiais cada vez mais vívido de ouro, e não obstante disso, continuam atrapalhando a busca incessante pela elucidação do conhecimento e a esperança de uma prosperidade global plena.

'Ela também é uma lei que depende das pessoas acreditarem em um milagre. Porque o surgimento da vida a partir de uma ameba, traz o primeiro questionamento: "e a ameba, surgiu da onde?"'

Acho que uma correção melhor seria essa:
"Criacionismo tambémm é uma lei que depende das pessoas acreditarem em um milagre. Porque a criação da vida a partir de Deus traz o primeiro questionamento: 'e Deus, surgiu de onde?'"

Não amigo...
Teoria da evolução é a explicação vigente para a diversidade de seres vivos.Hipótese para a origem da vida é outra coisa.
Saiba realmente o que fala antes de tentar bater de frente com um profissional da área. E você viajou no ornitorrinco.
"Bico" é só parte de ossos do crânio e surge independentemente em vários organismos.
Há inclusive dinossauros não avianos que os possuíam.

No caso do Crivella se escreve "Inguinorança"! Cleycianne agradece!

Quee cara mais idiota esse Crivella! Como pode uma besta dessa ser ministro e senador?

Marcelo Crivela, o primeiro exemplar encontrado de um indivíduo que reúne características de 2 seres vivos distintos:
Corpo humano e cérebro de ameba!!!

Um acréscimo pessimista ao vídeo: esse monte de erros e comentários viciados foram assistidos por um grupo de políticos. Começo a coroborar com Crivela: viemos das amebas...

não fale como se as teorias de Darwin fossem verdades absolutas e claro que elas tem coerência e logica e estamos trabalhando com os parametros que temos no momento... mas não devemos nos acomodar mal compreendemos nosso mundo quanto mais o universo so estou dizendo que ao meu ver existem tantas informações tantos acontecimentos no universo se e que podemos definir o universo por completo que um simples cérebro humano não poderia compreender......iriamos precisar de mais alguns bilhões de anos para começar a entender alguma coisa

"nenhum evolucionista acha que um chimpanzé dormiu chimpanzé e acordou humano"...kkkkkkkkkkk ri litros agora.

Tá de parabéns Fábio. Muito coerente e lógico na demonstração da falta de competência do ministro, ou melhor, da desonestidade intelectual dele.

É engraçado, os religiosos conhecem, sim, os fósseis de transição, mas como isso vai de encontro ao que eles creem, eles simplesmente viram "as costas" para as evidências. É bem omo disseram já aqui: "E se você argumenta, eles tapam os ouvidos e dizem bla bla bla, não estou ouvindo". Patético.

É sério que ele acha mais plausível nós termos surgido de um tijolo? HUAHUAHAUHAUHAUHUAH

olha galera, não querendo ser diplomata, mas... será que a teoria da evolução, por si só, basta para explicar a complexidade da vida? e será que descrição da criação da Bíblia é literal?

Até o tiririca deve ser menos ignorante , q vergonha .

...devemos acreditar que o ministro repentinamente virou ateu, ou que talvez ele não tenha parado para pensar antes de abrir a boca?
AIEIAEIHAIEHAIEHAIEHIAHIEHIAHEI

Excelente post! Continue firme.

Postar um comentário